Prefeito esteve reunido com CDL, Sincaval e ACIL. Diretoria visita Cine Mussi

No dia 1º de setembro, o prefeito Everaldo dos Santos esteve reunido com a diretoria da Câmara de Dirigentes Lojistas de Laguna, ACIL e Sincaval. Na pauta, os preparativos para a decoração natalina de 2014, as obras no Centro Histórico, Terminal Pesqueiro, também o Encontro Nacional da Polícia Civil Feminina em Laguna, dias 12 a 14 de setembro.
No final do encontro, os integrantes da reunião, acompanhados do prefeito e da secretária de Planejamento, Grazielle Sitônio, visitaram as obras de revitalização do Cine Teatro Mussi.
A intenção do Governo Municipal e CDL é organizar um grande evento para a inauguração, também integrar as festividades das atividades natalinas. “Em breve, o Cine Mussi será inaugurado. Laguna merece um local esplendoroso como está ficando”, disse o prefeito.
O prédio está sendo preparado para receber peças de teatros, shows, exposições, desfiles e exibição de filmes. A expectativa é inaugurar até o próximo mês.
As obras estão concentradas na área externa no setor, onde está localizado o comércio da Rua Osvaldo Cabral, no centro histórico.
Próxima etapa será a instalação do sistema de som, colocação de poltronas e a organização do pequeno acervo do museu para exibição do público.

Recuperação
A empresa Arcaios é a responsável pela obra. Eles correm contra o tempo de chuva para terminar o reboco na parte externa com a mesma textura, cor e aparência originais. O brilho com a luz do sol será outra característica que estará de volta. As cores serão como na década da sua inauguração: rosa e cinza.
O Ministério da Cultura comprou o prédio da família Mussi, no valor de R$ 800 mil. Desde então, o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) vem avançando na preservação do prédio histórico totalizando investimentos de R$ 5 milhões, nas duas etapas de restauração. O Cine Teatro Mussi estará pronto para receber eventos e filmes.
O prefeito Everaldo dos Santos enfatiza que a abertura do Cine Teatro Mussi será um marco na história da sociedade lagunense.

Elevador de acessibilidade
Os detalhes finais estão concluídos, o que era apagado pelo tempo voltou aos seus status pelas mãos dos 20 funcionários, entre catarinenses e goianos. Na última semana, trabalhos foram concentrados na iluminação na parte externa com a colocação de luminárias de leds foyers. O elevador de acessibilidade está pronto. As venezianas das janelas externas foram recuperadas, o que revelou uma parede de concreto. As aberturas integram a composição estética da fachada, apenas uma no segundo andar pode ser aberta por venezianas.
Os aparelhos de ar-condicionado estão à espera do público. As cadeiras confortáveis e modernas devem chegar nas próximas semanas. As antigas foram encaminhadas à Udesc, outras estão sendo recuperadas para compor o acervo da exposição.
Os quatro espelhos voltarão para o hall de entrada, emoldurados pelo piso original de ladrinho hidráulico e sofás.
O Cine Mussi ganhou banheiros para o espectador com alguma dificuldade para se locomover.
O palco está pronto para receber grandes espetáculos. Cortinas especiais estão sendo produzidas, tela para projeções de filmes foi adaptada para não prejudicar as apresentações. A sala de projeção e a central de força serão mantidas no mesmo lugar. Camarins e porta de saída estão prontos para serem usados.
O público será dividido em 320 lugares, número seguro para a comodidade e desempenho da entrada e saída dos espetáculos. Na frente, algumas cadeiras poderão sair do lugar para dar maior profundidade ao palco. No segundo andar também terá fileiras de cadeiras.
Os vitrais serão restaurados e as peças perdidas serão substituídas por outras similares que estão sendo procuradas, na tentativa de deixá-los semelhantes ao estado original.

Construído na década de 50
No andar superior, há a casa de máquinas, com os projetores intactos. A estante com os discos da trilha sonora dos filmes faz parte do acervo. Um cofre é guardado numa saleta quase imperceptível. Era ali, que o dinheiro da venda dos ingressos ficava guardado. Uma escada liga a bilheteria até o cofre numa passagem secreta. Uma forma de manter o dinheiro guardado e seguro.
Estas e outras histórias do Cine Teatro serão contadas através de um pequeno museu no segundo andar.
A inspiração para a arquitetura do Cine Teatro que influenciaram o arquiteto Wolfgang Ludwig Rau na preparação do projeto foi a escola art decó, as características de ruptura com o passado e a inspiração no futuro, o cubismo e outras correntes artística do começo do século XX.

Domingos de cinema
Várias famílias lagunenses se formaram culturalmente e socialmente com a ajuda do Cine Teatro Mussi. Incontáveis namoros iniciaram-se na penumbra de suas sessões.
Na memória da cidade estão entre outras coisas, a alegria das histórias de paqueras, o pegar na mão, o barulho de abrir as balas, o gosto de algumas guloseimas típicas já extintas e o cheiro da pipoca que anunciava o fim da sessão.
As sessões de cinema foram extintas na década de 80. Cultos, formaturas e apresentações culturais tomaram o espaço. Em 2005, o espaço histórico foi interditado devido aos problemas elétricos. Sobre quem administrará o espaço e negociações com rede de cinema para exibição de filmes serão discutidas nos próximos meses. O Cine Teatro Mussi estará pronto para receber eventos e filmes.

 

Fonte e imagem: PML – http://www.laguna.sc.gov.br/noticias.php?cod_noticia=8195

  • foto-Obras-café-prefeito2.jpg

Seu comentário é muito importante

5 × 1 =